sexta-feira, julho 31, 2009

O meu comentário

As perguntas sucedem-se e Jorge Costa vai respondendo sem complexos, inclusivé à questão mais óbvia - se haveria o risco do Olhanense ser considerado um satélite (equipa B) do FC Porto! Para uma pergunta óbvia, uma resposta óbvia - esse risco não existe porque já todos consideram que assim é!
Mas deixemos por agora as perguntas e as respostas para eu poder explicar porque transcrevi a citada entrevista, uma vez que ela está disponível no 'record on line' e ao alcance de todos os cibernautas?!
.
Obviamente para defender a minha tese, que Jorge Costa tão explicitamente escancarou. Não apenas na questão dos empréstimos de jogadores, nos clubes satélites (que são quase todos), mas especialmente quanto ao futuro da modalidade em Portugal. Aqui, Jorge Costa foi claro e objectivo - no futuro todos estes clubes satélites tenderão a encolher, e muitos, ou desaparecem ou remetem-se a um estatuto semi-profissional. E deu o exemplo da rica e desenvolvida Bélgica, que ele conhece bem.
.
Eu sei que o futuro a Deus pertence, mas para quem já viveu alguma coisa, o futuro está cada vez mais parecido com o passado! Eu já presenciei esse futuro - eram quatro clubes e o resto era paisagem. Clubes médios em Portugal, não existem. Tal como as pessoas, há ricos e pobres, mais nada.
A única diferença para o passado é o fenómeno das autonomias regionais. Vamos lá ver se duram, porque é um caminho de esperança.
.
Portanto, como venho repetindo, ainda há espaço para o Belenenses, mas só na parte de cima da tabela, junto aos outros três. Na parte de baixo, o destino é... semi-profissional, trabalhar de dia e treinar à noite. Como antigamente.
.
.Saudações azuis

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home