quinta-feira, maio 12, 2005

O princípio do contraditório

Foi assunto da ordem do dia por razões de conveniência mas deixou de interessar. Ao contrário, penso que é um problema relevante na sociedade Portuguesa, e que devemos encarar com toda a frontalidade.
Diariamente, todos verificamos, que os Media, todos eles, transmitem a mesma visão uniforme, unânime e “politicamente correcta” da realidade. Dir-se-ia que em Portugal não há oposição salvo em pequenos pormenores que têm mais a ver com a luta pelo “tacho” do que propriamente com a vontade de mudar o essencial. A sociedade imobilista que somos explica-se por si, e ao mesmo tempo explica o progressivo atraso em relação aos nossos parceiros Europeus.
Para agravar a situação, uma mentalidade redutora, herdada da Ditadura e incapaz de se regenerar, afirma-se cada dia mais dominante, ameaçando transformar o País numa pequena região ibérica!
Perguntar-me-ão, mas o que é que isso tem a ver com o Belenenses?
Tem tudo a ver com todos nós e também com o Belenenses. Eu explico:
Quem é que não se irrita ao ver o Telejornal da Televisão Pública, sentindo-se na obrigação de noticiar diariamente, mesmo quando não há notícia, o que se passa no Benfica, Sporting e Porto, desequilibrando sempre e ainda mais a competição desportiva?
Quem é que aceita aquelas ridículas mesas redondas onde nunca está presente, salvaguardando o tal princípio do contraditório, qualquer representante dos interesses dos Clubes ditos pequenos?
Quem é que consegue digerir os imbecis programas “desportivos”sobre a jornada, que gastam míseros segundos a tratar dos pequenos e horas a repetir imagens dos grandes?
Quem é que, não sendo completamente alienado, não desliga o som, para não ouvir os comentários aos incidentes do jogo, que invariavelmente obedecem ao princípio – na dúvida, a favor dos grandes?
Não vale a pena falar dos jornais porque aí o panorama ainda é pior.
Nestas condições, que fazer?
Aqui na blogosfera, espaço por enquanto relativamente livre, denunciar sistematicamente a situação pois pode ser que não estejamos a pregar no deserto.
Noutro plano, que também por aqui venho esboçando, a Direcção do Belenenses pode pegar nesta “bandeira” justa, que ao fim e ao cabo se destina a dar voz aos outros 33 Clubes que também estão inscritos na Liga.
Assim seja.

JSM

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home