quarta-feira, junho 11, 2008

Euro integral

Este espaço também aposta no futebol total e daí uma mirada ao Euro/2008, as primeiras impressões, que normalmente são as que ficam:
Em termos gerais, registamos com agrado que a jornada inaugural foi pouco propícia às equipas de futebol manhoso, que jogam sobretudo na contenção, casos da Itália, Grécia, pois apenas a Roménia logrou arrecadar um pontinho. O futebol de risco e as selecções que quiseram ganhar acabaram por ser premiadas!
De realçar o fantástico jogo da Holanda onde pontifica o maestro Sneider, sem dúvida um dos candidatos a melhor jogador do europeu! Pode afirmar-se sem receio de exagero que quem tem um ‘volante’ destes arrisca-se a ganhar qualquer competição em que participe. O Real Madrid que o diga.
A Itália capitulou? Ou é nome de romance de guerra?! Para já Donadoni não me convenceu.
Também me impressionou o excelente conjunto lusitano, onde se notam índices físicos e de concentração pouco comuns entre nós! Scolari mais uma vez exibindo competência!
A Alemanha é sempre candidata, joga um futebol geométrico de grande classe, onde sobressai a boa forma de Ballack, a energia de Frings e a veia goleadora de Podolski! Mantém-se o ditado daquele ponta de lança inglês: os campeonatos são sempre bem disputados e no fim … ganha a Alemanha!
E temos a França, incapaz de meter um golo à defensiva da Roménia, mas ainda assim com trunfos para se qualificar. Mas a ala esquerda gaulesa tem que ser mais acutilante.
Um ‘olé’ para nuestros hermanos e para o ponta de lança valenciano Villa! Sem esquecer Torres e uma série de pardalitos a meio campo que desorientaram completamente uma Rússia a precisar urgentemente de afinação.
Parabéns à Suécia que conseguiu ultrapassar o futebol calculista e dormente dos campeões europeus! A Grécia só mostrou argumentos quando se viu a perder, mas já era tarde.
Hoje começa a segunda jornada, os portugueses defrontam os checos num jogo diferente, contra uma velha escola de futebol, que privilegia o rigor mas que aparece aqui desfalcada, ao alcance portanto da selecção lusa. Assim mantenhamos as mesmas virtudes do primeiro jogo.
Saudações azuis.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home