sexta-feira, junho 06, 2008

Empréstimos, modalidades…

E falta de requisitos para poder participar numa prova europeia! Gostava que me explicassem para que serve ter um estabelecimento aberto ao público se o público não pode entrar!!! E andámos nós a apontar baterias à Europa, a contratar treinadores nessa base, a estipular prémios por objectivos como se o objectivo existisse! Afinal lutámos para nada, simplesmente porque não cumprimos os requisitos! E não cumprir os requisitos significa aquilo que temíamos, significa que não pagámos os impostos e as contribuições devidas à segurança social! Nestas circunstâncias, de quem é a responsabilidade?! Quem é que anda a enganar os sócios e os adeptos do Belenenses?

Passemos às ‘modalidades’ e à velha conversa eleitoral de que devem ser auto suficientes, acrescentando logo a seguir que somos um clube eclético (eu percebi caquético), e neste engano nos vão enganando!
A ver se me consigo explicar: o Belenenses é tão eclético como o Sporting ou Benfica, para mencionar os rivais, que tal como nós usaram e usam as modalidades para compor a sua grandeza, mas que não têm qualquer pejo em desinvestir ou eliminar modalidades, em nome dos superiores interesses do futebol. Nós teremos naturalmente que seguir o mesmo caminho, mas marcando também aqui alguma diferença, até por respeito às próprias modalidades. Por isso entendo que o discurso da auto suficiência é um discurso hipócrita, no fundo é o discurso de quem não quer ter modalidades, ou então, que as admite desde que não dêem chatices. Além disso convém desmistificar a auto suficiência – ela nunca existe, as modalidades dão sempre despesa, ocupam o espaço que falta ao futebol, oneram o clube (ver sobre este assunto a mais recente entrevista do presidente do Sporting). Nestas condições, se aceitamos continuar com esta ou aquela modalidade, é para apostarmos nela a fim de sermos campeões, única forma de termos alguma visibilidade, o clube e os atletas, assegurando assim os objectivos desportivos e extra-desportivos a que nos propuzemos.
Mas só pode haver modalidades se tivermos dinheiro para pagar os impostos e as contribuições devidas, ou seja, quando preenchermos os requisitos mínimos para o futebol poder competir ao mais alto nível.
Não, não estou a confundir o futebol com as modalidades, o dinheiro vem do mesmo sítio, a algibeira é a mesma, é do Belenenses.

Os empréstimos de jogadores, tema recorrente entre os adeptos, será assunto de um próximo postal.
Saudações azuis.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home