quinta-feira, maio 26, 2016

Entre as brumas da memória!

Podia começar a crónica deste feriado pelo próprio feriado – dia do Corpo de Deus, data volante que a Igreja Católica celebra 60 dias depois da Páscoa. Uma afirmação de fé na Eucaristia. A seguir podia falar-vos na construção de mais uma mesquita em Lisboa, desta vez na Mouraria, iniciativa da Câmara Municipal. Não fica claro se o projecto é para requalificar a cidade, transformando-a num museu, ou se pretende requalificar a religião indígena! E finalmente devia falar-vos do Belenenses! Porque foi hoje reinaugurado o Campo das Salésias, primeiro relvado de Portugal, onde os homens da Cruz de Cristo escreveram as páginas mais brilhantes da sua história! Lembranças relacionadas: - Há setenta anos ganharam o seu primeiro e único campeonato nacional! Dez anos depois perderam-no também ali, de forma inglória. Nasci em 1945, não posso recordar-me do acontecimento mais feliz. Do outro, lembro-me vagamente. Era o último jogo, defrontávamos o Sporting e precisávamos de ganhar para ficar a salvo de qualquer surpresa. Marcámos primeiro, mas um golo do sportinguista Martins estragou a festa. O empate não servia. O Benfica com o mesmo número de pontos, mas vantagem no confronto entre ambos, sagrou-se campeão. E nas brumas da memória ficou a primeira página do jornal ‘A Bola’: – uma caricatura com uma águia a roubar qualquer coisa a um pretinho chamado Matateu! Desde aí…



Saudações azuis  

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home