domingo, janeiro 21, 2018

Quero jogadores valentes!

Fazendo justiça ao trabalho realizado pelo antigo treinador, pois não é em quatro dias que se criam automatismos, a verdade é que este Belenenses apareceu na Madeira transfigurado! E não creio que tenham sido apenas os aspectos psicológicos que algumas chicotadas sempre provocam. Havia ali mais qualquer coisa. Quem sabe o orgulho de ser belenense! Por isso vou centrar-me nas palavras finais de Silas e naquilo que elas podem querer significar. Quem quiser jogar no Belenenses tem que ser valente, tem que perceber que há ali muita história para cumprir. Nem todos os antigos jogadores interiorizam a grandeza de um clube, apenas alguns o fazem e esses devem ser aproveitados para a transmitir. Posso estar a ser optimista mas a forma como se expressou, a desvalorização da sorte e do azar, e mesmo no banco, a calma e a determinação que passou para a equipa, manteve-a unida até ao fim. Não houve individualismos escusados, nem outras vaidades, apenas uma equipa! Também não inventou! A formação inicial e a disposição dos jogadores pareceu-me lógica e as substituições, com excepção da saída do Pereirinha, talvez por cansaço, também me pareceram as possíveis face ao plantel que existe. Reduzidos a dez a entrada de Sasso era obrigatória. O futuro?! Não sei. Mas gostava que o próximo jogo fosse de redenção. Algo que varresse a imagem negativa que anda colada aos jogos com o Benfica. Mas uma coisa de cada vez.

Resultado: Marítimo 0 - Belenenses 0


Saudações azuis

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home