sábado, maio 06, 2017

Eleições – um ponto de partida!

Uma única lista, eleições antecipadas que irão consagrar o actual presidente da Direcção, e um objectivo central – recuperar o futebol profissional para o Belenenses, acabando de vez com esta anormalidade bicéfala em que temos vivido. Quem discordará disto?! Ninguém, que seja mesmo azul por dentro.

Dito isto passemos aos ‘entretantos’ e a uma análise mais fina da situação. Pois não podemos recair nos erros que nos levaram ao precipício porque então será por certo o fim do Clube de Futebol ‘Os Belenenses’, meu único clube e que venho seguindo desde as Salésias até ao Restelo!

A primeira verdade que tem que ser dita, porque não há bons caminhos sem verdade, é que fomos nós belenenses que criámos esta terrível situação de ter de entregar a nossa alma a terceiros! Alma e identidade que ao longo de décadas não soubemos preservar nem defender de tentações que se revelaram nefastas e desastrosas. Não vou enumerar aqui os marcos da decadência, já o fiz noutros espaços, porque não é altura de olhar para trás mas sim para a frente.

Uma segunda verdade também é para mim indiscutível – a equipa de futebol do Belenenses é, onde estiver a jogar, a mais alta representação do clube sobrepondo-se a qualquer Direcção ou SAD por mais votos que uma ou outra angariem. A equipa de futebol é e será sempre a representação viva da história do Clube. Isto explica que a maior parte dos sócios e adeptos tenham apoiado (muitos continuam a apoiar) a solução que neste interregno foi encontrada para a equipa de futebol.

Uma terceira verdade terá que fazer parte deste ponto de partida, a saber: - independentemente do que vier a ser decretado pelo tribunal quanto à recompra da SAD o futuro do Belenenses passa sempre por ter um presidente do Clube que seja ao mesmo tempo o presidente da SAD. E este presidente não pode deixar de reflectir o sentimento profundo dos adeptos e da história do Clube.

Este é (na minha opinião) o ponto de partida. Daqui até à chegada há caminho a percorrer.

Saudações azuis



Nota: Amanhã, num horário insólito mas que exprime a dependência geral das transmissões televisivas, vamos a Alvalade defrontar o Sporting num jogo que será sempre um clássico do campeonato. Cabe-nos apenas confirmar isso no campo.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home