segunda-feira, agosto 02, 2010

Olhando a concorrência…

Comecemos pela concorrência interna, a pior, a mais perigosa e que esta direcção tem que eliminar (ou dominar) a todo o custo. Vocês sabem do que falo, dos núcleos, das modalidades autónomas, do Bingo, etc., eu sei que é tudo em prol do clube, só que os clubes vencedores não funcionam assim, bem pelo contrário, armam-se de uma estrutura fortemente centralizada, sabe-se quem manda, e não manda mais ninguém. Nos clubes que singram não existe ‘regionalismo’ interno, assumem uma estratégia indiscutível, os custos são controlados e as receitas também. Até os jogadores sentem isso e pensam duas vezes antes de fazerem as suas consabidas exigências. Exemplos flagrantes – o FC Porto e mais recentemente o Benfica, que copiou o modelo.
Tenho imensa pena, mas é assim que penso e se me perguntarem qual é o mal profundo que corrói o Belenenses apontarei esse, ou seja, a dispersão de actividades que invariavelmente correspondem a fontes invisíveis de poder.

Deixemos por ora os núcleos em paz, e centremos a nossa atenção no Bingo, essa árvore das patacas, que tem condicionado (para o bem e para o mal) toda a vida do clube. Estabelecido para favorecer a formação e o desenvolvimento de actividades que nada têm a ver com o futebol, acabou por ser (nos clubes de futebol onde foi autorizado) o principal suporte financeiro desses mesmos clubes.
E com a facilidade com que entrava o dinheiro, entraram também uma série de vícios e distorções que mais tarde ou mais cedo se viraram contra os próprios clubes. Podemos desenvolver este tema noutra ocasião, mas não foi por acaso que os clubes que possuíam os bingos mais florescentes, ou desapareceram ou estão perto disso. Cito a título de exemplo, o Salgueiros, o Boavista, o Estrela da Amadora e o próximo seremos nós se não atalhamos caminho.
Andou bem esta direcção ao emitir um comunicado claro e firme, revelador daquilo que venho afirmando - o Bingo se não for controlado pode rápidamente virar-se contra os interesses do Belenenses. Não me esqueço que este Bingo já fez cair direcções eleitas pelos sócios, e que à mínima dificuldade não hesita em vir para a rua denegrir a sua entidade patronal. Tal como agora, com esta greve despropositada… a uma sexta-feira!
Gostava de ver se fosse o Benfica ou o Sporting, nas mesmas circunstâncias, se acontecia todo este espalhafato! Até íam trabalhar de borla!
Portanto, cuidado com o Bingo, cuidado com este (e outros) cavalos de Tróia.

Saudações azuis.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home