quinta-feira, agosto 26, 2010

Belenenses com bola

A coisa está-se a compor, e nestes últimos dias chegaram jogadores que por certo irão estabilizar a equipa, dar-lhe outro fôlego e outras ambições. Aguardemos, portanto. Mas o tema deste postal, continuação do último, continuação de todos os que escrevi, diz respeito a uma alteração de fundo na mentalidade do futebol azul. Eu sei que o futebol moderno é mais exigente, especialmente em termos físicos, mas continua a ser um jogo simples. A diferença entre as equipas mantém-se, umas jogam para ganhar e as outras para não perder. Ora o Belenenses pertenceu durante muito tempo ao primeiro grupo, os jogadores que envergavam aquela camisola já sabiam que era assim e jogavam em conformidade, os sócios não admitiam outra postura na equipa. Fosse contra quem fosse. Os tempos mudaram e fomos perdendo esse estatuto. Dentro do campo e fora dele. Lembro-me bem que antes de nos rendermos às evidências, o meio campo do Belenenses ainda tinha bola, ainda empurrava a equipa para a frente. Depois lá na frente já não tínhamos, por termos vendido à concorrência (primeiro o Yaúca, depois o Peres), os jogadores que faziam a diferença no marcador, ou seja, nas vitórias e nas derrotas. Mas esses tempos, como disse, foram os últimos em que fomos uma equipa de ataque, com o Adelino a cavalgar o meio campo entre fintas e zigue zagues que consolavam os adeptos. Tudo isso acabou e este postal não pretende ser saudosista (se calhar está a sê-lo!) pretende apenas transmitir uma ideia de recomeço, temos de regressar a essa mentalidade, temos que voltar a dominar os jogos, e para isso acontecer precisamos de jogadores de meio campo com alguma qualidade, que saibam segurar a bola, para que a equipa possa respirar, para que a defesa possa então subir no terreno, para enfim criarmos mais oportunidades de golo. Depois marcá-los é outra história, porque para voltarmos a ter os jogadores que resolvem, vamos ter que recuperar o terreno e o território que já tivemos. Vai demorar o seu tempo mas é esse o único caminho.

Saudações azuis
.
.Post-Scriptum: Enquanto escrevia este postal ía-me lembrando do Azeez, um jogador que sabe pisar aqueles terrenos, mas a respeito do qual parecem confirmar-se os piores cenários, poderá estar de novo lesionado! Esperemos que tudo se resolva pelo melhor, para o jogador, evidentemente.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home