sexta-feira, abril 18, 2008

Desabafo

Depois de ler alguns comentários na blogosfera azul, preciso realmente de desabafar. Entrego a esta folha de papel esse sentimento de frustração que há-de ser, espero, partilhado por uns quantos belenenses que não se conformam com o fado que nos tocou em sorte!
A questão não é a venda do Ruben Amorim e do Rolando, todos os clubes vendem jogadores, aquilo que me preocupa é esta certeza íntima de que continuaremos paulatinamente a vender ‘Rolandos’ e a receber uns trocos com as justificações do costume, as Direcções desculpando-se umas com as outras (a lembrar os governos da república) e não saímos disto. Se calhar estou a ser pessimista e agora é que é, agora é que vamos arrancar para um futuro risonho... Mas qual é o projecto, suficientemente ambicioso e arrojado, que nos pode tirar deste poço sem fundo?! Que receitas podemos ambicionar com a venda de jogadores da formação, se nem dinheiro temos para os agarrar com bons contratos que no futuro possam trazer retorno financeiro! Sim, porque para investir e correr riscos precisamos de ter liquidez, dinheiro para apostar em jovens jogadores que podem nunca chegar a ser craques. Foi esse dinheiro que por certo faltou na altura própria à Direcção (nem sei qual) que deveria ter renegociado os contratos do Ruben e do Rolando, ou de outro qualquer. Porque não vale a pena enganarmo-nos, ir buscar um investidor que avance com o dinheiro e se torne dono dos passes dos futuros craques isso não interessa ao Belenenses. Na hora da venda esses empresários ficam com a parte de leão. Este é afinal o fado dos clubes sem projecto, em que toda a gente ganha menos o Clube!
Este cenário, só de o imaginar, desmoraliza-me, e hoje, nem a perspectiva da UEFA me anima. Aquilo acaba por dar prejuizo, só com muita sorte, apanhando alguma ‘truta’ pelo caminho, poderá ser interessante em termos financeiros. Em termos desportivos é outra coisa, mas aí, para termos êxito, fazem-nos falta os ‘Rolandos’. A Liga dos Campeões... desculpem a ousadia.
Haverá dias melhores, com outro optimismo.
Saudações azuis.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home