domingo, março 11, 2007

Crónica atrasada

Deixei passar um dia para saborear uma vitória que costuma escapar-nos porque simplesmente é aquela que nos dá um impulso para cima, para os lugares mais próximos do nosso lugar, o lugar que nos cabe de acordo com a nossa ‘certidão de nascimento’! Lembram-se da crónica!
Falaremos disso depois, voltemos à vitória sobre o Nacional da Madeira, no Restelo, e sem sofrermos golos!
Recordemos então o melhor e o pior:
O melhor – o rompante inicial a criar perigo, contra uma equipa precavida e que mesmo assim não conseguiu evitar um indiscutível ascendente! Responsabilidade de uma defesa intratável com o trio do costume em grande plano, Marco, Rolando e Nivaldo, e uma dupla de pontas de lança que complica as contas do adversário! Dady, a quem torcíamos o nariz nos primeiros jogos, está a revelar-se um jogador de enorme utilidade! Cândido Costa fez também uma primeira parte razoável, ligando alguns lances com as intermitências de Zé Pedro e Ruben Amorim. Este último, parece que gosta de melhorar com o decorrer do encontro!
E mais duas notas positivas: Sandro Gaúcho não está em forma, nota-se pelo número de lances aéreos em que foi batido, mas não voltou a cometer os erros do jogo anterior! Bola recebida, bola passada, assim é que tem que ser. E Amaral, a regressar lentamente ao Amaral dos primeiros tempos!
O pior – a condição física de alguns jogadores.
Resultado final: Belenenses 2 – Nacional 0.

No resto, uma tarde bem passada no Restelo para ver futebol! Para ver evoluir a nossa ‘formação’, no caso, os infantis e os juvenis B. Estes últimos, jogaram sem qualquer apoio dos sócios, entretidos como estavam a ver desportos de pavilhão! Ora aqui está um bom tema para uma próxima crónica.
Saudações azuis.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home