sexta-feira, agosto 31, 2018

As notícias do costume...


Em terra de aldrabões convictos as notícias reflectem essa convicção. E o mau carácter também.

O seleccionador nacional, cada vez menos católico, vai na onda e faz o favor à Federação (!) de convocar as grandes esperanças do Seixal! Basta chegarem à primeira equipa do Benfica e já têm lugar cativo na selecção!

O Ronaldo, cada vez menos Cristiano, quer tudo para ele! É incapaz de aceitar o justo prémio atribuído a Modric que foi só o melhor jogador do Mundial!

Os jornais do costume colocam todos os dias grandes craques nos grandes clubes do futebol português transmitindo a ideia mentirosa de que há dinheiro para aumentar a folha salarial dos mesmos! Dias depois surge o inevitável desmentido mas o trabalho de propaganda está feito. Não temos jornalistas temos pombos correios.

A Bola destaca-se neste aspecto com uma notícia que até dói! Refere-se às acções do Benfica e à saúde do Vieira que segundo o matutino, estão em alta! Quanto à saúde do homem, se teve alta, ainda bem, já quanto à acções do Benfica, e lendo apenas o título, temos dúvidas que estejam bem cotadas.

E finalmente sobre os outros quinze clubes da primeira Liga não há novidades. Existem apenas para justificar um 'campeonato' que dê acesso aos dinheiros da UEFA. Receitas extraordinárias mas que em Portugal são ordinárias! Para bom entendedor...

Quanto ao Belenenses e sabendo que o prazo de transferências termina hoje, creio que tem o plantel completo. Mas pode haver uma surpresa...

Saudações azuis


Notas: Através de Silas ficámos a saber que Zacarya afinal não tem nenhuma lesão grave como foi dito pela comunicação social. O Porto terá desistido à última hora do jogador e apareceu logo um pombo correio para plantar uma justificação qualquer. As consequências negativas da mentirola, para o Belenenses e para o jogador, não interessam desde que o clube grande fique bem na fotografia.

Noutro contexto e contrariando a realidade virtual que os nossos media constroem diáriamente (milhões para aqui, milhões para ali) a verdade do nosso futebol profissional resume-se hoje em dia ao seguinte: - vender tudo o que for vendável, sendo que os jogadores cá fabricados, que já perceberam isso, emigram logo que lhes é possível. Capacidade de retenção - zero! O resto é propaganda.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home