domingo, fevereiro 25, 2018

Todos a ganhar confiança!

Este era um jogo dificílimo para o Belenenses por todas as razões e mais uma. Esta razão acrescida prende-se com o facto de ser muito complicado assumir o favoritismo de jogar em casa e resguardar-se do contra ataque adversário. Tem sido sempre assim no nosso campeonato e na maior parte das vezes quem ganha é o contra ataque. Mas o Belenenses conseguiu ultrapassar tudo isso à custa de grande intensidade na recuperação de bola não permitindo que o Feirense se aproximasse com perigo da nossa baliza. No primeiro tempo, registei apenas um grande remate de longe de Babanco com André Moreira a fazer a defesa da tarde! Quanto ao nosso ataque e dentro do mesmo esquema ensaiado no Estoril (grandes diagonais e bola na frente) vamos criando algumas ocasiões de golo que infelizmente continuam a ser desperdiçadas.

Na segunda parte o padrão de jogo manteve-se até ao golo apontado por Sasso. Mais um central… goleador! A partir daí a equipa ficou naturalmente mais ansiosa, ainda faltava muito tempo, e foi sofrer um bocadinho até ao apito final. Resumindo, estamos todos a ganhar confiança, estão os jogadores, está o treinador e estou eu, que confesso, foi dos jogos em que sofri mais.

Numa análise fria dos acontecimentos vou destacar as coisas positivas e negativas que me ficaram na retina: - o mais positivo foi a evolução que se notou no jogo da equipa. Onde o quinteto de meio campo é fundamental para suprir as deficiências originais do plantel. É o caso do provérbio muito conhecido – ‘quem não tem cão, caça com gato’. Para bom entendedor…

As negativas são óbviamente as dificuldades em concretizar golos práticamente feitos. Pois se é verdade que construímos oportunidades, e isso vai a crédito das coisas positivas, também é verdade que os falhanços acentuam ainda mais a falta de eficácia.

E agora descendo um pouco ao individual concreto recomenda-se:- ao Fredy uma tarde inteira a rematar à baliza… em  todas as posições; ao Diogo Viana que treine os lançamentos de linha lateral, porque não sabe. Mas já aprendeu que não é preciso driblar e embrulhar-se com o defesa para centrar. Isso é positivo e os nossos finalizadores agradecem.

Resultado: Belenenses 1 – Feirense 0



Saudações azuis 

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home