quinta-feira, julho 06, 2017

Rectificação e esclarecimentos!

Em postal com o título – pregar no deserto – associei o presidente do Clube de Futebol ‘Os Belenenses’ a um jantar de ‘deputados do Benfica’. A referida reportagem televisiva misturava-se com outra, de outro evento, julgo que no mesmo dia, e que terá tido lugar na sede benfiquista nas portas de Santo Antão (perto do Coliseu). Daí a confusão que fiz e da qual peço desculpa. Mas costuma dizer-se – ‘quem não quer ser lobo não lhe veste a pele’ – e isto de encontros públicos patrocinados pelo presidente do Benfica, numa altura destas, não me parece que seja bom para o Belenenses. Até porque já passou muito tempo sobre a divulgação dos primeiros emails e ainda nenhum responsável do Benfica (incluindo o presidente) negou a veracidade dos respectivos conteúdos. Que é o que nos interessa em termos de verdade desportiva.

E já que aqui estamos aproveito para dar mais uma palavrinha sobre a venda do passe do Edgar Ié. Confirma-se que foi um excelente negócio e mostra que só assim poderemos libertar-nos da teia que está armada no futebol português. Precisamos de adquirir jogadores que se possam valorizar* mas sem nunca descurar os interesses classificativos da equipa principal. Uma mistura do velho com o novo é o ideal. Jogadores emprestados pelos três clubes do sistema são de evitar embora seja evidente que enquanto a norma dos emprestados não mudar**, o Belenenses não pode ficar isolado. Neste caso penso que a SAD tem vindo a perceber que o Belenenses tem de procurar outros rumos e outros empréstimos.


Saudações azuis


*Estava a pensar em Diniz Almeida um central com grande margem de progressão e cuja compra talvez valesse a pena. Se o Mónaco vender barato.


**A lei dos emprestados é outra que terá que mudar porque interfere decisivamente com a verdade desportiva. Entre competidores não pode haver emprestados, essa deveria ser a regra. É claro que em Portugal qualquer norma é imediatamente contornada e a justiça desportiva fica a assobiar para o lado! É incapaz de corrigir os prevaricadores, que aliás são sempre os mesmos. Veja-se o que já se está a passar com a compra de partes dos passes de jogadores do Estoril em mais uma operação satélite em curso! E depois veremos se jogam ou não jogam contra o Benfica?! A continuarmos assim o melhor é fazer um campeonato só com três clubes, porque o resto são clubes a fingir. E servem para quê?! Respostas para o apartado da Procuradoria Geral da República.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home