terça-feira, julho 25, 2017

Pouca informação, pouca escrita

As poucas notícias sobre o Belenenses parecem plantadas por algum sindicato dos trabalhadores do Restelo! E os comentários que leio vão no mesmo sentido. Como se o Clube fosse alguma empresa publica obrigada a manter os postos de trabalho mesmo que os jogadores não caibam nos planos da nova equipa técnica. Mas enfim, parece que finalmente chegou um defesa central brasileiro, ainda jovem, o que quer dizer que em princípio a dupla titular será Gonçalo Silva e Sasso, O novo reforço Cleylton Santos, é assim que ele se chama, ficará à espreita de uma oportunidade enquanto não se adapta ao futebol europeu. Na posição seis não tenho ouvido falar de Tandjigora mas espero que esteja tudo bem com este jogador que me impressionou favoravelmente nas poucas vezes que o vi actuar.  Na minha opinião é um elemento que equilibra uma equipa e o Belenenses não pode prescindir de um jogador assim. Dizem-nos também que ainda procuram um ala e um avançado no caso muito provável de Tiago Caeiro sair. Parece-me justo para o jogador sabendo que Tiago Caeiro já não tem idade para ficar no banco. Mas não adianto mais comentários sobre este assunto pois como já referi há que confiar no treinador. A única coisa que espero é que não venhamos a receber emprestados dos três eucaliptos porque isso seria sempre um passo atrás na afirmação do Belenenses. Refiro-me a jogadores jovens emprestados naturalmente. O Salvio para uma das alas não me importava.

Olhando agora para o campeonato que aí vem e para o número de jogadores que os três eucaliptos têm para colocar é muito natural que soframos forte concorrência por parte dessas equipas assim apetrechadas. Mas mesmo assim prefiro, não há outro caminho de regresso à grandeza. Seremos então, como dantes, os três do costume, mais o Belenenses, talvez o Braga, e o resto são equipas satélites. E um satélite está sempre preso à estrela maior.

Saudações azuis 

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home