segunda-feira, outubro 04, 2010

Inevitável

Se há uns anos tivéssemos percebido que era preciso dar outro rumo ao Belenenses, até houve eleições para isso, talvez se tivéssem evitado as actuais medidas de emergência que para além de dolorosas nem sabemos se irão a tempo de resolver o problema. Esperemos que sim.

Mas se as medidas agora tomadas eram inevitáveis não me parece que seja inevitável andarmos a ser goleados por esse país fora e com as justificações do costume. Agora estava a chover e começou a fazer sol, o Desportivo de Fátima tinha lá uma dupla infernal (!) de atacantes, ou outra desculpa qualquer. Para quando uma dupla infernal de atacantes no Belenenses?! Para quando deixarmos de sofrer golos em catadupa?! E mais importante que tudo (não me escapou a alusão à entrada do Rui Baião) para quando um meio campo consistente que municie o ataque também de forma consistente e não apenas… de vez em quando?!
Tem a palavra o treinador.
Mas não vi o jogo e por isso só posso fazer perguntas. Aliás as crónicas voltam a salientar que fizemos uma exibição razoável!

Uma nota para o futebol jovem que parece estar a subir de rendimento. A provar o que digo uma vitória sobre o Benfica (3-1) o que dá sempre um certo prazer.

Inevitável fazer uma referência ao Futsal manifestando a minha admiração pela capacidade e competência da secção, pela inteligência do seu treinador, que ano após ano consegue, com menos recursos, fazer frente aos ‘clubes do estado’. O empate na Luz foi um bom resultado e foi um resultado que não caiu do céu.
É um exemplo de competência para o futebol do Belenenses.

Saudações azuis

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home