segunda-feira, outubro 18, 2010

Eliminados e armadilhados

Antes de começar a escrever sobre um jogo que não vi (nem sequer ouvi o relato), li com atenção a crónica de Miguel Amaral, um tripeiro azul que percebe de bola! A crónica corresponde a um sentimento de desconfiança em relação à equipa técnica e não me vou pôr agora em bicos de pés a dizer que sim ou que não, não é altura para isso. Apontei o problema na hora da vitória… mas nessa hora ninguém me acompanhou.

Também li alguns comentários, e desses comentários destaco dois que talvez expliquem muito do que se passa no Restelo: - um deles, anónimo, fazia a intriga habitual, evocando Baltemar Brito! O outro, assinado, lançava (em tom cordato) a ideia de umas ‘jornadas azuis’ para discutirmos o Belenenses! Não sei qual dos comentários me parece mais pernicioso! Discutir o que queremos para o Belenenses só pode vir das modalidades e de todos aqueles que acham que se pode pôr em causa a existência do futebol no Clube de Futebol “Os Belenenses”!
O Ribeirão não tem concerteza sócios a proporem este tipo de alternativas. Porque felizmente (para ele) não tem um eclectismo absorvente a desviá-lo permanentemente do seu objectivo Por isso está mobilizado em torno do futebol… e ganha.
E sobre o jogo é tudo.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home