quinta-feira, junho 25, 2009

Concorrência desleal

Em poucas palavras, sem deixar dúvidas, o Presidente da Federação Inglesa de Futebol explicava o sucesso do futebol inglês: - a federação e a liga centralizam o negócio das transmissões televisivas, vendem os respectivos direitos num único pacote, conseguindo assim o melhor preço. E asseguram depois uma justa redistribuição dos proventos. O princípio que vigora no campeonato mais rentável do mundo é simples – todos os concorrentes têm a mesma importância para o sucesso do negócio! Ou dito de outra maneira – ninguém joga sozinho.
Por outro lado, também esclareceu que era impensável a existência de clubes com salários em atraso! Isso seria matéria para sanção disciplinar e desportiva imediata, prevenindo deste modo a concorrência desleal.
E não era preciso dizê-lo porque quando se trata de garantir as regras do jogo, no seu verdadeiro sentido, a federação e a liga inglesas cumprem as normas estabelecidas com todo o rigor e sem olhar ao nome dos clubes. Que o diga o nosso Zé Mourinho quando, fora da época das transferências, tentou aliciar um jogador de um clube rival! Mal habituado teve que meter a viola no saco.
Afinal a receita não é difícil de copiar o que prova que só somos pobres e incapazes porque queremos.
Passo portanto a palavra ao Madaíl e ao Hermínio. Mas será que eles querem usar dela para mudar alguma coisa?!

Saudações azuis.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home