domingo, setembro 30, 2007

Vitória sofrível mais

Vitória sofrível porque podíamos sofrer menos. Sofrível mais, porque acabou como devia ter começado. Explico: o futebol é um jogo simples e já deu para perceber que sem um extremo, que seja mesmo extremo, a nossa equipa tem grandes dificuldades em marcar um golo. Desta vez não estávamos a defrontar nenhum colosso e mesmo assim, não conseguíamos criar perigo! Durante a primeira parte, altura em que tivemos o controle das operações, contam-se por uma mão os remates que efectuámos à baliza do Paços de Ferreira. Valeu o golo marcado perto do intervalo, um excelente passe de Silas a descobrir Roncatto que não perdoou!
Veio o segundo tempo e com ele a esperada reacção dos amarelos, Ricardinho empunhou a batuta, obrigando a nossa equipa a recuar no terreno. Costinha teve então que se empregar a fundo para evitar o empate. O contra ataque podia ter funcionado mas não funcionou, excepto numa ocasião soberana construída e desperdiçada por Weldon! Até que no jogo das substituições Jesus resolveu fazer entrar Amaral para defesa direito, fazendo subir Cândido Costa para o lugar de extremo, o tal extremo que faltava. Descansei e comigo descansaram muitos belenenses, faltavam dez minutos para o fim, mas o Paços acabou aí. A bola fixou-se nas imediações da área adversária sem mais sustos para a nossa baliza.
Foi uma vitória importante, como são todas.
Resultado: Belenenses 1 – Paços de Ferreira 0
Melhor em campo: Cândido Costa.

Outras impressões:

Costinha – Muito bem!
A defesa em linha esteve impecável e contou com a colaboração e atenção dos fiscais de linha!
Weldon – exibição positiva, melhorou com o decorrer do jogo!
Roncatto – um excelente golo e alguma capacidade de retenção de bola!
Zé Pedro – a subir de rendimento!
Silas – idem.

Saudações azuis.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home