segunda-feira, agosto 14, 2006

Eleições assim, assim...

A lista única acabou por ser eleita e Hermínio Loureiro é o novo Presidente da Liga de Clubes, mas o acto não correu com o brilho esperado. Reticente, o Nacional da Madeira fez saber que iria impugnar as eleições e se isso acontecer, uma providência cautelar poderá impedir que os diversos órgãos entretanto eleitos, venham a tomar posse.
Também fizeram questão de se distanciar do novo executivo, o Benfica, por questões pouco perceptíveis, talvez porque não tenha conseguido impor nenhum dos seus homens de mão, e o Belenenses, que através de um comunicado justificou a sua ausência, alegando duas ordens de razões: pela indelicadeza de ter tomado conhecimento dos planos de Hermínio Loureiro à última hora, sem possibilidade de os discutir, no fundo, como um facto consumado, e em segundo lugar como forma de protesto face à morosidade e obstrução da justiça que se tem verificado á volta do ‘caso Mateus’, em claro prejuízo do Belenenses.
Penso que a Direcção do Clube tomou a posição correcta, e de certo modo prudente atendendo à previsível impugnação do acto eleitoral.
Mas aprofundemos um pouco mais este assunto que já foi objecto de análise em anterior postal:
Em termos imediatos, e na perspectiva dos interesses do Belenenses relativamente ao caso Mateus, a impugnação do acto eleitoral, inviabilizando a tomada de posse da nova Comissão Disciplinar da Liga, acaba por nos ser favorável na medida em que fecha a porta a mais uma ‘não decisão’ do Conselho de Justiça da Federação, com o argumento de que o processo deveria baixar à primeira instância para ser reapreciado pela recém-eleita CD da Liga! Seria naturalmente um escândalo, uma fuga às suas responsabilidades, mas não é nada que não possa acontecer neste arremedo de país.
Em qualquer dos casos convém estarmos atentos e prevenidos para o que der e vier, sendo que tudo aponta para que o Conselho de Justiça se pronuncie de uma vez por todas, e o mais depressa possível, sobre a questão de direito que lhe cabe decidir.
Uma última palavra sobre as promessas de Hermínio, retendo uma, a Taça da Liga que aqui temos vindo a reivindicar e com os argumentos que o futuro Presidente da Liga também enunciou, ou seja, pela quebra de receitas que os clubes irão sofrer por causa da famosa e inexplicável redução dos quadros competitivos da Liga!
Falta no entanto acrescentar que o vencedor terá o direito a ocupar uma das vagas nas competições europeias, porque se não for assim, se for só a feijões, o melhor é estar quieto.
Saudações azuis.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home