segunda-feira, março 18, 2019

Oito jogos oito!


Faltam oito jogos e o campeonato está mais ou menos definido: - há duas equipas que lutam pelo título, Benfica e Porto, com os encarnados mais próximos de o alcançar, e não apenas pela vantagem que têm em caso de igualdade pontual, mas sobretudo pela facilidade com que vão marcando golos em comparação com as enormes dificuldades dos nortenhos.
Braga e Sporting lutarão pelo terceiro lugar embora os bracarenses ainda possam, teóricamente, vislumbrar o título. Digo teóricamente porque à sua frente estão duas equipas e não uma, o que diminui sobremaneira as respectivas possibilidades.

Para a Europa (através do quinto lugar*) adivinha-se um trio de candidatos – Guimarães (42 pontos) Moreirense (42 pontos) e Belenenses (trinta e oito pontos). E aqui reside alguma surpresa já que no início da época quer o Moreirense quer o Belenenses almejavam objectivos mais modestos. O que significa que houve equipas com orçamentos bem superiores que dificilmente alcançarão aquilo a que se propuseram. Estou a pensar no Rio Ave, por exemplo, equipa que, apesar de tudo, ainda não terá desistido de chegar mais acima. Junto a ela e com os mesmos 32 pontos estão duas equipas - Santa Clara e Portimonense - que praticamente já asseguraram a respectiva permanência.

Daqui para baixo, ou seja do 11º lugar ocupado actualmente pelo Marítimo, até ao 18º e último ocupado pelo Feirense todos lutam para não descer, sendo que a equipa da Feira já dificilmente se salvará. E este ano, como se sabe, descem três equipas.

Feito este resumo vamos então falar do Belenenses, não do Belenenses SAD como muitos insistem em chamar-lhe como se os outros clubes de futebol profissional não tivessem também eles uma SAD! Enfim, haja paciência. Mas vamos aguardar que o foguetório da providência cautelar esmoreça e que a lei substantiva se cumpra. Refiro-me ao Dec - Lei 10/2013 que rege as sociedades desportivas, e que enquanto estiver em vigor não pode ser subvertido quando se extinguem protocolos ou haja desacordo em outros instrumentos negociais que careçam de acordo. Isto qualquer pessoa percebe. A não ser que esteja de má fé.

Pois muito bem e falando do Belenenses europeu cumpre-me dizer o seguinte: - É certo que perdemos dois pontos contra o Portimonense, dois pontos que provávelmente não perderíamos se a equipa alinhasse de início como era expectável: - Sagná no lugar de Diogo Viana, Matia e Dálcio para colmatar as ausências forçadas de André Santos e Eduardo. Mas não vou bater mais nesta tecla, olhemos em frente  tentando nestes oito jogos que faltam alcançar os tais 50 a 55 pontos, meta ou cume onde costuma situar-se a Europa. Temos futebol para isso.


Saudações azuis


*É possível que o sexto lugar dê também acesso à Europa mas será por portas travessas. Não é isso que queremos.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home