quarta-feira, março 13, 2019

Atenção às toupeiras!


Mal acabou o jogo, estupefactos com o resultado, toupeiras e cartilheiros começaram logo a trabalhar! Primeiro foram as 'ofertas', os erros individuais, mas sem insistir muito para não desvalorizar os produtos do Seixal, que como nos repetem todos os dias valem milhões! Tentaram depois descobrir lances duvidosos, mas como não houve, passaram ao plano B.

E começam então a aparecer referências a um jogo contra uma equipa fantasma ('no name blues' como lhe chamam), uma equipa que perdeu o emblema, uma situação 'surreal', e que tudo isso, não dizem mas pensam, terá pesado no golpe de vista do Odisseias e no atraso imprevisto do Rúben Dias. Não me admira que amanhã reclamem na justiça, de preferência no tribunal de marcas e patentes, os cinco pontos que esta época lhes ganhámos. O nacional benfiquismo é isto, é a batota permanente, o sonho do partido único, do clube único, com um grande líder à frente. Com ou sem bigode.
Escrevo meio a sério meio a brincar mas nesta espécie de país, onde tive a sina de nascer, nunca se sabe.

Contra a corrente destaco MST que transcrevo do jornal A Bola: “Podem estar proibidos de usar a cruz de Cristo nas camisolas e ter de jogar fora do Restelo, mas roubaram 5 pontos ao Benfica neste campeonato e são eles que erguem lá no alto da tabela o nome do clube. Essa é que é essa!”


Saudações azuis

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home