domingo, dezembro 18, 2016

Omeletas sem ovos!

Mas afinal qual é o projecto para o futebol do Belenenses?! É ficar no primeiro terço da tabela?! É lutar para não descer?! Ou é tentar alcandorar-se aos lugares compatíveis com a sua antiga grandeza?! O problema aqui é que nada sabemos e a SAD também nada nos diz! É tudo navegação á vista! O próprio Quim Machado não fazia parte do projecto para esta época e no entanto é sobre ele que repousam as poucas esperanças dos adeptos! Esperanças que se alicerçam na dimensão do futebol praticado e no espírito que transparece nos jogadores. Mas já dizia o outro – ninguém consegue fazer omeletas sem ovos! A coisa disfarça-se durante algum tempo mas chega a altura em que olhamos para os números e eles não mentem: - dez golos em quatorze jogos são muito curtos. Não dá um golo por jogo e sendo assim é difícil ganhar. E se sofremos um golo o mais natural é perdermos. Não há como fugir a esta realidade. E mais uma vez se prova que esta época foi mal programada.

E volto às perguntas: - temos algum jogador no plantel que já tenha feito dez golos numa época?! E estou a referir-me à primeira Liga. Ou a Ligas similares de outros países. Outra pergunta: - o Abel Camará, naqueles remates que ensaia à entrada da área, costuma marcar golos nos treinos?! Eu acho que não. Mais, de todos aqueles avançados, tirando o caso do Caeiro, por já acusar alguma veterania e pelas muitas lesões que padece, e o Andric, por acusar muita inexperiência, não vejo ninguém para marcar cinco ou seis golos por época! Talvez o Miguel Rosa se jogasse mais perto da área…

Passemos ao meio campo onde poderia estar a solução para um último passe mortífero! Quem é que lá temos para fazer isso?! Só se for o Yebda que pouco joga ou o Bernardo que ainda está a dar os primeiros passos. O resto do pessoal que lá temos sabe defender e já não é mau.

E por fim temos os extremos e afins: Sturgeon é bom jogador e tem cumprido. Miguel Rosa está muito melhor fisicamente e poderá fazer uma boa segunda volta. O Gerso que era suposto ser um ciclista vai ter que dar mais ao pedal. E para furar uma defesa pelas costuras não temos mais ninguém.

Está explicada a dieta de golos.

Saudações azuis



Nota: Não me referi ao André Sousa, um bom jogador e peça chave no esquema de Quim Machado porque o rapaz precisa de ter outra atitude competitiva. Cair ao mínimo toque e esperar que o árbitro marque falta não é bom para ele nem para a equipa. E viu-se isso em Paços de Ferreira. Há que mudar.


Comentário do dia seguinte: - Os resultados verificados este fim de semana podem servir para criticar este postal ou então para o enaltecer. Os que se agarram à mediocridade dirão que os outros também têm dificuldades em marcar golos. É verdade e isso vai ser uma constante no nosso campeonato. Por isso mesmo é que a questão do homem golo é cada vez mais importante. Já dei o exemplo do Guimarães que em futebol jogado é uma equipa mediana mas que pelo facto de ter um goleador anda na parte de cima da tabela. Goleador é aquele que precisa de poucas oportunidades para marcar um golo.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home