domingo, outubro 02, 2016

Pôr tudo em causa, eis a questão!

A gente vai dando o benefício da dúvida, uma vez, duas vezes, vezes demais, quase uma vida, e na volta… volta tudo ao mesmo. Na hora da verdade o Belenenses vacila e não passa da cepa torta. Mas há sempre um momento em que a lucidez é mais forte que a esperança (mais masoquismo que esperança) e esse momento chegou. Está na altura de denunciar toda esta trapalhada em que se transformou o C.F. ‘Os Belenenses’.

Isto já andava a ferver e o jogo de Chaves foi a gota de água. E não foi por termos perdido, aliás, nas sete ou oito visitas que fizemos a Chaves só por uma vez ganhámos, portanto não foi por isso. Foi por tudo. Comecemos pelo treinador e pela formação da equipa, onde mais uma vez inventou sem necessidade - Dinis a lateral e João Diogo na ala foram dois jogadores a menos; depois, a postura super defensiva da equipa como se o Desportivo de Chaves, pese a semelhança das camisolas, fosse o Barcelona! Pareceu-me um erro infantil. Não há futebol sem dimensão atacante e acantonados dentro da nossa área só por milagre chegaríamos ao fim do jogo sem sofrer golos. É verdade que o árbitro ajudou assinalando uma grande penalidade absurda, mas o golo do Chaves adivinhava-se a qualquer momento. Enquanto isto, Velasquez, petrificado no banco, segredava aos seus adjuntos! Só a poucos minutos do fim, e já a perder se resolveu a corrigir alguma coisa. Era muito tarde.

A segunda grande desilusão é a SAD e a preparação desta época! Olhamos para o plantel e só vemos emprestados; olhamos para o banco de suplentes e não vemos jogadores que possam fazer a diferença. Um medio de categoria*, atendendo a que Yebda parece ser uma aquisição teórica, não existe. Avançados, daqueles que marcam golos, práticamente não há! Não é de agora. Aliás se formos totalmente honestos e somarmos os golos que Miguel Rosa, Sturgeon, Camará, Gerso, Caeiro, etc,** costumam marcar por época, chegamos rápidamente à conclusão que o nosso poder de fogo é dos mais baixos da primeira Liga. E daqui resultam uma série de dúvidas: - a SAD anda a investir, a fingir que investe ou a desinvestir no futebol?! Dúvidas que precisam de ser esclarecidas sob pena de andarmos a hipotecar (mais uma vez) o futuro do Belenenses. Como disse, não foi a derrota, mas sim o que ela esconde.

Resultado final: - Chaves 3 – Belenenses 1

Saudações azuis


*Médio que consiga fazer a transição ofensiva. No banco estava apenas um jovem (promissor) formado no Belenenses e que… não joga!  


**Andric é uma carta fechada, ainda não demonstrou o que vale. E também não joga. 

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home