segunda-feira, outubro 17, 2016

Verduras da mocidade e não só…

Este jogo com a Académica tem muito que se lhe diga! Antes do mais foi um bom jogo de futebol e sendo uma prova a eliminar revelou tudo o que cada equipa podia dar, de acordo com o plantel disponível. Não acredito que quer a Académica quer o Belenenses tenham poupado jogadores. E com os jogadores disponíveis os estudantes superiorizaram-se, marcaram e souberam defender a vantagem. Pelo contrário, o Belenenses revelou lacunas a meio campo (saudades de Yebda!) alguma imaturidade em momentos importantes do jogo, e o já tradicional fraco poder de fogo. É certo que na segunda parte reagiu á desvantagem, pressionou, mas nunca mostrou ser capaz de traduzir em golos o domínio exercido.

Fora da Taça de Portugal portanto e mais uma vez prematuramente.

As ilacções a tirar são as mesmas: - falta-nos um jogador de meio campo que assuma as despesas do jogo e falta-nos alguém que no ataque faça a diferença… em golos. Quanto à imaturidade de alguns jogadores e aos deslizes que ela provoca, esse é um problema da SAD. Não são jogadores da nossa formação e assim não ganhamos nada com os erros cometidos. Sofremos apenas a respectiva inexperiência. Isto para ser sincero. No entanto não crucifico ninguém e até acrescento: - Gosto do guarda-redes Joel Pereira e da forma resoluta como domina toda a grande área. No penalty fez penalty porque a jogada da Académica foi letal! E continuo a gostar do Diniz Almeida apesar da precipitação que deu o autogolo. São coisas que acontecem no futebol. Não vou portanto por aqui. Porque se fosse teria que comparar o desempenho de Marinho com o de Gerso* e concluir que o extremo da Académica ficou largos furos acima do nosso flanqueador. Foi só isso que determinou o nosso afastamento?! Não, não foi, o que (em minha opinião) determinou o nosso afastamento está escrito no início da crónica. Não vou repetir-me. Até porque o que interessa é o próximo jogo e esse será para o campeonato no Restelo e contra o Benfica.
Aí só me ocorre uma palavra: - superação. Se o conseguirmos é meio caminho andado.

Saudações azuis



*Apesar do grande passe que fez para Abel Camará e que na altura poderia ter dado o empate. 

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home