segunda-feira, fevereiro 23, 2015

A felicidade procura-se!

Já levamos jornadas suficientes para percebermos que somos hoje uma equipa adulta, mais organizada, com mais soluções, sem depender deste ou daquele jogador. Mérito da SAD, mérito do treinador, mérito do grupo de trabalho. Assim quem tenha visto o jogo dos Barreiros pela TV, a impressão com que fica é que há ali uma lição bem estudada!
Ontem, por exemplo, a defesa mudou alguns protagonistas mas manteve a mesma disciplina, a mesma coesão! O mesmo se diga dos outros sectores sendo que a própria palavra ‘sectores’ perde relevância face à permanente entreajuda, face à permanente ideia de conjunto. Houve alguma felicidade na vitória, é verdade, mas o Belenenses nunca desistiu de ser feliz. Até a teimosia de Lito que contra a minha opinião foi mantendo Dálcio em campo, acabou por ser recompensada! Foi dele o passe que isolou Fábio Nunes e obrigou o guarda-redes do Marítimo a fazer penalty!

Os meus destaques:

Ventura – um dos melhores! Impecável em tudo o que fez! Nas saídas da baliza, a defender, é um libero, nas reposições é o primeiro a iniciar o ataque. No golo sofrido não tinha hipóteses, o livre foi muito bem marcado.

Ricardo Dias – Um médio defensivo de mão cheia! Tem todas as condições para ser um dos pilares do nosso meio campo. Apenas recomendo que tenha mais cuidado com os braços. Os nossos árbitros, ao Belenenses, não perdoam nada.

Sturgeon – correu muito, lutou ainda mais! Durou até ao fim!

O golo de Abel Camará! A inteligência de Fábio Nunes! O penalty marcado por Pelé! 

Resultado: Marítimo 1 Belenenses 2


Saudações azuis 

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home