quarta-feira, maio 26, 2010

Preparados para a crise

Com a fasquia colocada nos pressupostos para a inscrição nas ligas profissionais de futebol, única preocupação e único acto de gestão visível, pode afirmar-se sem errar muito (apesar dos muitos erros cometidos) que o Belenenses está preparado para a crise. Isto pode parecer estranho mas em caso de sufoco geral, estaremos ainda assim em melhor posição que a maioria. Estou a falar de cor (e de fora) partindo do princípio que não se descobre nenhum alçapão. A corroborar o que afirmo, o facto de ano após ano termos beneficiado da desistência dos outros. E a crise a sério ainda não se fez sentir.
É claro que esta situação, a verificar-se, pode ser vista como um prémio para a inércia, mas não é. Simplesmente, às vezes os que se atrasam ou ficam parados no tempo, acabam por não ser apanhados (em cheio) pelo desastre. Só isso. E já estou arrependido de ter escrito o que escrevi. Adiante.

Portanto, o que é estranho e surreal é ouvir falar em transferências milionárias, por exemplo, para Espanha ou Inglaterra, quando se sabe que nesses países (e em toda a europa) se preparam medidas duríssimas de ataque ao défice! Como se o futebol estivesse fora da economia!
Como é estranho ouvir o presidente do Benfica dizer que vai ‘atacar’ a Europa! A não ser que em lugar do TGV o governo tenha prometido construir um
túnel!

E fico-me por aqui.

Saudações azuis

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home