quinta-feira, abril 16, 2009

Votar ou não votar, eis a questão?!

Este é um ponto prévio que terei de pesar profundamente e se resume no seguinte:

- Vale a pena eleger um presidente para o Belenenses que depois é impedido de governar o clube de acordo com o projecto que o fez eleger?!
- E é impedido (e ameaçado fisicamente!) por um conjunto de arruaceiros ao serviço de interesses particulares, as tais ‘quintas’ que persistem no Restelo e estão cada vez mais viçosas enquanto o Clube definha?!

Depois de dar uma resposta a esta questão, pode acontecer que mesmo assim me decida a participar no acto eleitoral. Surgem então três hipóteses participativas (e vou cingir-me às duas listas por enquanto admitidas a concurso):

A primeira hipótese seria a lista (A) encabeçada por Viana de Carvalho, repleta de ex-dirigentes, aqueles que se vêem e aqueles em quem se pensa!
Mas esta hipótese não é hipótese e parece-me simples de resolver: – pois se eu nunca votei em Cabral Ferreira porque razão mudaria agora o meu voto?!
Afinal, qual é a novidade que esta lista apresenta? A mim, que sofro com o futebol do Clube, o que promete a (Lista A) para acabar com o sobe e desce? Que projectos apresenta para voltarmos a competir pelos lugares cimeiros da tabela?
Nada! Zero vezes zero.
O discurso das receitas alternativas é sintomático! Pretende-se angariar meios para o futebol que não passam pelo futebol! Uma nova bingo-dependência para sustentar mais uns quantos vícios.
Enquanto o futebol se marginaliza outra vez.
Posso estar completamente errado mas sou daqueles que ainda acredita que a indústria do futebol deve gerar as suas próprias receitas. O resto são extras. Bem-vindos certamente, mas extras.

Passemos à Lista B que enferma dos mesmos problemas da Lista A:

- Também não faz a rotura com o passado recente (já não é assim tão recente!); também confunde o Restelo com o Clube de Futebol “Os Belenenses”; e também está cheia de modalidades.
- Em seu favor, a declaração do cabeça de lista – ‘não há modalidades auto-suficientes’! Uma verdade tão simples mas que até à data nenhum candidato ousou pronunciar!
-
Quanto ao futebol… disse alguma coisa, ‘uma estrutura profissional’, (com alguém que perceba de futebol, espera-se), uma voz na Liga de Clubes, sim, mas… quer baixar o orçamento!

E surge a terceira hipótese, face às dúvidas que me assaltam – votar nulo?!
É uma hipótese para quem ainda não deixou de sonhar!
Não me esqueço que ali bem perto do Restelo existe um clube centenário – o CIF (Clube Internacional de Futebol) – que como o nome indica foi fundado para jogar futebol e agora é conhecido apenas pelo ténis. Ainda lá existe um campo de futebol, uma lembrança do passado…

Saudações azuis.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home