segunda-feira, setembro 01, 2008

Postal de férias

Vi a primeira parte a sul do continente e fui jantar fora pouco descansado - aquele falhanço de Vinicius que daria o 2-0 era de mau agoiro e foi… O telefone tocou mais tarde e o empate soou-me a desfeita uma vez que o Belém do primeiro tempo tinha cumprido os serviços mínimos para levar de vencida o Paços de Ferreira. O futebol afinal é isto, nada está seguro e como disse o treinador a equipa está pouco confiante e estremece à mais leve aragem.
Hoje, já em casa, acedi aos comentários da blogosfera azul para tentar averiguar o que se terá passado na segunda parte, tarefa difícil de concretizar atendendo ao tradicional bota abaixo que vigora desde que esta Direcção foi eleita! Mas ainda consegui perceber que terá havido alguma desorientação no meio campo com a saída de Zé Pedro e especialmente com a substituição de Gabriel Gomez, ao que parece fruto de alguma precipitação (ou engano) do banco do Belenenses na amostragem das placas! A verdade é que sofremos o golo do empate logo a seguir… o que vem reforçar uma ideia antiga – nos trincos não se mexe.

Já tinha lido e não acreditei, mas afinal é verdade - foi necessária escolta policial para proteger elementos da Direcção no fim do jogo!
Se pensarmos que se trata de uma Direcção eleita pela maioria dos belenenses penso que estamos a bater no fundo e só existe salvação se condenarmos (e reagirmos) sem subterfúgios contra este tipo de comportamentos por parte de quem se julga dono clube e apenas contribui para a sua rápida extinção.
Não esqueçamos que o clube são os sócios que teve , que tem e que terá e por isso a ninguém é legítimo arvorar-se em defensor da alma belenense, julgando-se mais belenense (ou com mais direitos) que os outros.
Neste sentido, o Belenenses não precisa de centrais nem de pontas de lança – precisa apenas de respeito entre a massa associativa e desta para com a Direcção eleita.

No sábado, entre a populaça que se acotovelava vi de longe a incapacidade de Jesualdo para matar um desafio que lhe corria de feição. Vi também os encarnados caírem exaustos pedindo substituição e achei graça aos comentários que criticam a preparação física do Belém!
Mas continuo a não achar graça nenhuma aos enormes brindes que oferecemos quer ao Porto quer ao Benfica nas pessoas de Rolando e Amorim!!! Como foi possível não termos segurado a tempo estes jogadores com contratos que nos rendessem dinheiro que se visse??? Quem foram as Direcções responsáveis por esta enorme omissão??? Onde estavam na altura os ‘associados’ que queriam bater nesta Direcção??? Que ao contrário das anteriores, e ao que consta, tenta segurar as nossas jovens promessas!

Não conheço ninguém desta Direcção, mas só por isso ( e pela má vontade que desperta entre as ‘quintinhas’ do Restelo) passa a ter o meu apoio e consideração.

Saudações azuis.


Post-Scriptum: Quando me preparava para publicar este postal recebi a notícia que Fernando Sequeira se tinha demitido. Como é fácil de perceber, mais uma vez a contestação de meia dúzia de indivíduos terá conseguido os seus objectivos. O Clube de Futebol “Os Belenenses” sai concerteza a perder.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home