quinta-feira, fevereiro 02, 2006

Notícias frescas

Bartolomeu falou e disse (Jornal ‘O Jogo’ de 02/02/06):
‘Como é que o Estrela, com tudo penhorado, paga 25 mil euros/mês por um jogador?
(...) Mas não é só esse. Há por exemplo um outro jogador que tem um contrato de 8600/mês, só que efectivamente ganha 20 mil euros líquidos. E há muitos mais. E curiosamente há também um clube, que nem sequer é dos grandes, que paga a um jogador 50 mil euros líquidos/mês, embora nesse caso sem contrato paralelo, tudo declarado. Mas eu pergunto: como pode um clube como esse pagar tanto dinheiro por mês a um jogador? Enfim, por hoje, fiquemo-nos por aqui’.
Bartolomeu sabe do que está a falar. Tem empresas, sabe o preço dos melões, sabe comprar melões, dirige um clube sem adeptos, sabe o que isso custa, declara os vencimentos, paga os impostos, não está para levar com a concorrência desleal dos ‘vendedores ambulantes’. E protesta e faz muito bem!
Já aqui escrevemos sobre este problema gravíssimo para a saúde e higiene do futebol português. Mas, para além da honrosa excepção do Presidente do União de Leiria, parece que ninguém se importa com a concorrência desleal, o que no mínimo, é estranho!?
E das duas, uma: ou os presidentes dos clubes cumpridores são incompetentes e idiotas, ou então, está tudo comprometido com o tal ‘sistema’, e têm todos ‘rabos de palha’!?
Responda quem souber, porque eu já dei para este peditório.
Outra notícia relativamente fresca, veio à estampa no DN de 31/01/06, assinada pelo cronista José Manuel Barroso, que suspira pelo ‘Meu querido futebol’...que afinal está nas mãos dos ‘mafiosos’ e ele não sabia! Só descobriu agora depois de ter conversado com uns jornalistas!
Sem qualquer vaidade, se virem este Barroso, avisem-no que pode manter-se melhor informado sobre o tema, aqui no Belém Integral, uma casa sempre interessada em esclarecer leões incautos!
Saudações azuis.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home