segunda-feira, julho 09, 2018

'Não há fome que não dê em fartura'!


Ditado muito antigo e que vamos reviver no Belenenses por um curto período, pois quando a bola começar a rolar a guerra de vaidades passa para segundo plano e as atenções irão concentrar-se no desempenho da equipa do Belenenses. Poderá haver alguma escaramuça judicial sobre a Cruz de Cristo com os incréus de um lado e do outro a exibirem as respectivas profissões de fé, mas serão os resultados que em última análise irão definir quem há-de transmitir a Cruz aos vindouros. É a minha previsão. E nesta previsão quem arrisca mais é a SAD que terá que mostrar serviço que convença de vez os adeptos. Adeptos exigentes que não aceitam subserviências ao nacional benfiquismo nem se contentam com lugares medianos na tabela. As únicas condições que deviam constar do protocolo.

Quanto à equipa distrital patrocinada pela actual direcção será mais uma equipa do Belenenses mas que não substitui nenhuma das outras.

Quanto à minha pessoa continuarei a pagar as quotas ao Clube de Futebol 'Os Belenenses' tal como faço há mais de cinquenta anos e continuarei a adquirir o Blue Card com o intuito de reservar um lugar cativo auxiliando na medida das minhas posses a sustentabilidade da equipa profissional de futebol.

Faço-o sem dúvidas existenciais, sem esperar nada em troca a não ser as vitórias que recoloquem o Belenenses no lugar que já teve no futebol português. Só isso. E julgo que este mesmo pensamento anima a maioria dos sócios e adeptos.

Saudações azuis

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home