sexta-feira, julho 01, 2016

Empréstimos?!

Fui e sou contra os empréstimos de jogadores entre equipas que disputam o mesmo campeonato. Não há maneira de fugir à questão - é sempre uma machadada na verdade desportiva e acaba por fomentar relações de vassalagem que em última análise impedem os vassalos de crescer e de se tornar independentes. Ainda para mais num país pequeno como Portugal há muito viciado em todo o tipo de dependências!
Ao reler os meus escritos já terei vacilado naquele princípio, em nome de uma qualquer justificação ocasional a favor do Belenenses, mas se o fiz errei. Porque é sempre contra o Belenenses!

A norma, entretanto aprovada na Liga, e que limita a três o número de jogadores emprestados pelo mesmo clube, acaba por ser um mal menor mas só foi implementada para acalmar os ânimos no âmbito da mais recente 'guerra' entre Benfica e Sporting! Curiosamente, o Belenenses, estava na altura no epicentro dos protestos leoninos. Daqui se conclui que as normas da Liga não têm em conta os interesses do futebol português, vistos como um todo, destinando-se apenas a remendar os problemas suscitados pelas rivalidades entre os chamados três grandes! Na mesma linha vai, aliás, e como escrevi no postal anterior, a 'norma' dos jogos em casa emprestada. 

Um longo intróito para dizer que o empréstimo de um jovem central do Sporting é a repetição de um erro que já julgávamos ultrapassado pela SAD! Pelos vistos não está, o erro mudou-se apenas para o outro lado da segunda circular! E voltam as dúvidas sobre a capacidade de investimento... do investidor. Este tipo de negócios, seja com o Sporting, seja com o Benfica, seja com o Porto, é sempre a pescadinha de rabo na boca. É sempre a incapacidade para crescer e ganhar autonomia.

E agora como vai ser?! Fica o nosso Gonçalo Silva no banco para ajudarmos o Domingos Duarte a ganhar maturidade?! Ou vai ficar o Domingos Duarte no banco, sem jogar?! Claro que a resposta é simples - o Sporting  não emprestava o jogador (ainda por cima sem cláusula de compra) para ele ser suplente. Os empréstimos e as engenharias financeiras são todas muito bonitas desde que o Belenenses fique a ganhar. E não fica.
Alternativa?! Investir num jovem jogador, e o mundo é grande! E não faltam jogadores em condições de serem valorizados para depois ganharmos alguma coisa com isso.


Saudações azuis


Nota: Parecia que estava tudo a correr tão bem...

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home