segunda-feira, março 23, 2015

O tempo e o modo

Não vi e o que vi não dá para sustentar uma opinião. Não ouvi e o que ouvi precisa de tempo para ser amadurecido. Sei que seria sempre muito difícil pontuar no Bessa contra este Boavista de combate, à imagem de Petit, e que possui um extremo de grande qualidade chamado Brito. Foi ele aliás que marcou o golo que definiu o resultado. Mesmo assim creio que o Belenenses nunca se desuniu, e poderia inclusivé ter chegado ao empate naquela recarga de Sturgeon. Mas isso já é outra história, que vem de trás e urge mudar pois não é admissível marcar apenas 25 golos em 26 jornadas, média que não chega a um golo por jogo, uma das piores da primeira Liga! Será este o problema principal que o novo treinador tem que resolver. No mais, Jorge Simão armou a equipa com os jogadores nas suas posições naturais (originais), Palmeira a central e Fábio Nunes no onze inicial. No entanto continua a fazer-me espécie a desaparição do Tikito que nem no banco estava! 
Mas vamos dar tempo ao modo do novo treinador.


Saudações azuis

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home