segunda-feira, novembro 22, 2010

Alípio na ferida!

Não vi o jogo de Futsal ouvi apenas as declarações dos responsáveis de ambas as equipas, Belenenses e Sporting, e fiquei mais uma vez elucidado! Também no Futsal, tal como em todas as outras modalidades (e actividades) o que se trata é de organizar competições… sem competição! E ainda querem que em Portugal haja gente competitiva, empresas e projectos viáveis (o célebre ‘fado’ da falta de produtividade) se passamos a vida a incentivar essa mesma falta de competitividade!!!

Ora bem, o responsável do Sporting queixou-se de qualquer coisa ininteligível (um velho costume leonino) enquanto Alípio Matos com a habitual serenidade foi dizendo algumas verdadeso jogo não foi televisionado porque o Sporting não quis, não precisa, é rico, não quis adiar o jogo por um dia, está mais preocupado em ter mais um dia de descanso por causa da UEFA CUP… mas o Belenenses é pobre, precisa, os patrocinadores contam com isso, especialmente quando há pouco mais do que a visibilidade da televisão. Assim, qualquer dia ficam só os dois clubes ricos, Benfica e Sporting (uma curiosidade num país paupérrimo!) a disputarem um campeonato a trinta e cinco jornadas, e a ganharem dezassete ou dezoito a zero aos pobres adversários indefesos, que é no fundo o que a malta gosta! O campeonato transformado em mera formalidade para ir à Europa!
.
Onde é que eu já vi isto?!

As palavras foram minhas mas a ideia transmitida por Alípio Matos foi esta, ideia mil vezes repetida, aqui, neste espaço, a propósito do futebol e do resto.
E pergunta-se: - vale a pena investir em Portugal, seja no que for, se os dados estão viciados à partida?! Se só existe espaço para os muito ricos (sem sabermos ao certo de onde vem o dinheiro!) e para os muito pobres?!
Vale a pena ter uma alma grande?

Saudações azuis

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home