quinta-feira, julho 15, 2010

Só não vê quem não quer…

Andamos aqui a martelar há não sei quanto tempo, mas parece que só agora é que se começa a escancarar a realidade de um clube cheio de vícios, cheio de tudo menos daquilo que é preciso – seriedade e competência. E ainda a procissão vai no adro…
Repetidas vezes dissemos que o futebol é a mola real do Belenenses, é pelo futebol que crescemos e é pelo futebol que minguamos. O andebol, o basket, o râguebi, etc., chegaram na euforia do futebol e pela mão de dirigentes que não gostavam (nem percebiam) de futebol. Uma verdade antiga, custosa de engolir, mas verdade. E que outra explicação podemos encontrar para a decadência do futebol belenense?!
Eu sei que é mais fácil falar no ‘sistema verde/rubro’, que sempre existiu e existe, no menor apoio comparativo das entidades públicas, o que também é verdade, nos árbitros, enfim, numa série de factores para justificar ou ignorar a primeira das causas – a partir de certa altura fomos menos competentes que a concorrência.
E durante muito tempo continuámos convencidos que o tempo voltava para trás! Continuámos a eleger dirigentes que subiram através das modalidades e esperámos o milagre! Não há milagres desses.
Ainda há pouco tempo li opiniões favoráveis ao eclectismo do Belenenses, como se isso fosse possível, como se isso fosse natural num clube vocacionado para o futebol, como se esse fenómeno proliferasse nos países mais civilizados! Nos países onde o desporto é muito mais evoluído que o nosso! Não, não é isso acontece. Como já expliquei mil vezes, o que acontece em Portugal, e cada vez menos em Espanha, é (ou foi) o resultado de uma política desportiva baseada em ditaduras políticas que utilizavam o desporto para propaganda do regime. Isso em Portugal ainda não acabou, e daí o nosso persistente atraso desportivo. Para não falar no resto.
É tempo de corrigirmos a situação – o que é do futebol é para o futebol. O que é da política é para a política. As modalidades devem desenvolver-se através de clubes/modalidade.
Nada como uma boa crise para percebermos tudo mais rápidamente.

Saudações azuis

Notas básicas:
Esta é uma opinião que não interfere com o apoio que sempre dei a qualquer atleta ou equipa que represente o Belenenses.
O caso do futsal pode constituir uma excepção enquanto pertencer à mesma federação que o futebol.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home