segunda-feira, julho 26, 2010

Limpar a casa

Bela iniciativa, um louvor a quem respondeu à chamada, e voltamos a chamar nosso ao nosso clube! A partir de agora antes de atirarmos uma beata para o chão, antes de transformarmos as casas de banho num chavascal, havemos de nos lembrar que aquela é a nossa casa e que andaram lá outros sócios a limpar o que estava sujo. Uma nova era que desponta e que esperamos acabe também com os abarracamentos que têm vindo a ‘ornamentar’ o Restelo ao melhor estilo do bairro da lata. Não é preciso muita imaginação, basta seguirem o plano original. Portanto, ainda bem que o espírito mudou e revela como são pequenos os gestos que revolucionam o mundo. Gestos educativos, que já se vêem.

“A situação é razoávelmente pior do que pensava, infelizmente há surpresas diárias”, assim se exprime o presidente do clube numa recente entrevista. É uma maneira elegante de retratar o naufrágio da nau azul. Nestas circunstâncias, que representam a verdade nua e crua, nem me atrevo a dar sugestões sobre isto ou sobre aquilo, reduzo-me à expressão que ficou célebre a propósito do Mantorras – deixem trabalhar a direcção.

Saudações azuis

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home