terça-feira, janeiro 23, 2007

Panos quentes…

O hábito nacional de transigir para agradar a todos, acaba sempre por dar mau resultado. Que dizer desta decisão da Comissão Disciplinar da Liga absolvendo o Gil Vicente no recurso da despromoção!
Claro que o Fiúza não se fez esperar, e reagiu – “é a prova de que temos razão”! O nosso homem está a esta hora a perorar na SIC, reafirmando as razões do Gil Vicente no processo Mateus, e invocando a seu favor esta peregrina decisão! E a verdade é que tem argumentos para o fazer.
Porquê?
Porque a Comissão Disciplinar da Liga decidiu arquivar o processo disciplinar instaurado ao Gil Vicente, devido ao recurso do clube para os tribunais comuns, das decisões da mesma CD da Liga e do Conselho de Justiça da Federação que despromoveram o clube de Barcelos à Liga de Honra!
Entendeu o douto órgão disciplinar que este recurso não incidia sobre matéria estritamente desportiva, mas sim administrativa! Com este entendimento livrou-se o Gil de ser despromovido às competições amadoras, mas ao mesmo tempo, por querer ou sem querer, reabriu-se uma porta que já estava fechada.
Bem pode o presidente da CD da Liga insistir em que esta decisão nada tem a ver com o recurso sobre a inscrição do jogador Mateus, mas sim com o facto do Gil ter apresentado uma providência cautelar no Tribunal Administrativo de Lisboa, porque nestas condições, a questão de fundo não pode deixar de vir ao de cima, mais tarde ou mais cedo.
Basta relembrar que o Gil Vicente sempre defendeu que a inscrição de Mateus foi um acto puramente administrativo.
E agora?
Sempre previ que isto não acabava assim. Na altura adiantei a possibilidade de um novo alargamento, aguardemos, até porque ainda falta resolver a questão das faltas de comparência do Gil Vicente em três jornadas da Liga de Honra. A haver nova condescendência, a polémica regressará, envolvendo então todas as equipas do segundo escalão que se sintam prejudicadas.
Saudações azuis.

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home