quinta-feira, novembro 26, 2015

Pronto, está bem!

Há quem fique satisfeito com o empate, temos de compreender a situação, eram os campeões polacos que por acaso não estão em grande forma, mas pronto. Não sofremos golos o que é bom! Mas se não marcarmos, as hipóteses de sofrer golos e perder aumentam exponencialmente. Houve coisas que gostei e outras que não gostei. Não gostei dos extremos, embora Kuca tenha estado mais mexido do que Sturgeon. Mas aquele posicionamento, encostados às linhas, meio escondidos atrás dos defesas, não gostei. Mas fundamentalmente não gostei e não gosto daquele meio campo onde só Rúben Pinto sabe construir. Tiago Silva esforça-se, corre muito, mas não tem o tempo de soltar a bola ou de a reter, e muitas vezes perde-a em condições perigosas. Carlos Martins que o substituiu, também não acrescentou fluidez ao jogo. E como são raras as oportunidades para aplicar o contra golpe, no fundo, para surpreender o adversário, se perdemos essas oportunidades na transição, então é impossível criar situações de golo. Dir-me-ão que não temos o Maradona, ok, compreendi.
Gostei obviamente da equipa em fase defensiva mas isso não chega. Também gostei dos laterais. E até o Tiago Caeiro cumpriu embora muito desacompanhado. Com a entrada de Luís Leal o ataque do Belenenses animou um bocadinho e conseguimos então chegar mais vezes ao último reduto dos polacos. O pressing que tentámos manter durante todo o jogo é um crédito a nosso favor. E é verdade que atrapalhou o adversário que perdeu algumas bolas e errou alguns passes. Aproveitar isto depois é que é o nosso grande problema.
Ainda há uma hipótese em aberto em Florença. Uma vitória! Porque não ?!

Resultado final: Belenenses 0 Lech Poznam 0


Saudações azuis

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home