quinta-feira, novembro 03, 2011

Pão e circo republicano...

O futebol não conta para os apertos de cinto, não conta para os sacrifícios, ou talvez conte mas apenas para aqueles clubes que não recebem do orçamento de estado, ou vamos lá, porque todos acabam por receber, para os que recebem pouco. Pelo contrário os que recebem muito (eu quando escrevia assíduamente até lhes chamava 'clubes do estado'), para esses, não há dieta, a folha salarial do respectivo plantel é de clube de país rico, repleto de internacionais brasileiros, etc., e com toda a gente a achar isso perfeitamente normal! Vou mais longe, o estado de intoxicação é tão grande que mesmo aqueles que vão ficar sem subsídio de férias e Natal no próximo ano, não lhes passa pela cabeça questionar o escândalo nacional que é este futebol milionário em terra de tesos! Bem dir-me-ão que o futebol é tão bem gerido, tão bem gerido, que consegue resultados enquanto os patrocinadores, estilo Caixa Geral de Depósitos, BES, PT, andam de mão estendida à espera dos empréstimos da troika!!! É aí que eu não acredito, e é aí que me apetece pensar que merecia viver num país com outro regime. Um país onde não houvesse necessidade de distribuir tanto pão e tanto circo para que a população ande iludida mas contentinha.



.



Saudações azuis

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home